‘Get Out’: O filme politicamente incorrecto sobre terror e racismo que bate recordes nos EUA

27 FEVEREIRO, 2017 -

Get Out é o filme de que todos falam, ou pelo menos grande parte do público e media norte-americano. A obra é realizada e escrita por Jordan Peele e conta-nos a história de um jovem fotógrafo negro (Daniel Kaluuya) que visita a sua namorada branca (Allison Williams) em Nova Iorque. Este é o primeiro filme realizado pelo actor norte-americano, que é mais conhecido pelos seus papéis na área da comédia, ou pela sua interpretação do anterior Presidente Barack Obama no programa The Daily Show.

Vou definitivamente aceitar uma satisfação diabólica em colocar algo que não é politicamente correcto no mainstream” disse Peele ao USA Today, revelando ainda queSe estás à procura de um filme politicamente correcto, desiste deste.”

A crítica especializada tem feito rasgados elogios a Get Out, o filme é uma fusão de comédia e terror, desde que a obra estreou nos cinemas norte-americanos, a 24 de Fevereiro. O trabalho de Jordan Peele tem neste momento a pontuação mais desejada no Rotten Tomatoes: 100%, ou seja, todas as críticas (137) são extremamente positivas. É de relembrar que apenas 4 filmes, lançados em 2016, alcançaram o rating de 100% no Rotten Tomatoes. A juntar a tudo isto, o filme já facturou 30,5 milhões de dólares, sendo que foram precisos apenas 4,5 milhões de dólares para construir Get Out.

Segundo Peele, e de acordo com o site IGNGet Out é um “thriller social“. Já ao USA Today, o agora realizador revelou que o filme era inicialmente para explorar “os medos de ser um outsider“, mas que mais tarde decidiu que o tema devia ser sobre a raça: “Pareceu-me ser um tema taboo falar de algo tão horrendo como o racismo em qualquer tipo de género que não fosse um filme sobre escravidão ou algo assim“, disse Peele que acrescentou ainda: “Sabia que a única forma de fazer o filme funcionar, além de acertar com o tom correcto, seria o enredo ter de revelar o julgamento e as presunções que teríamos em relação ao filme e que na verdade são as nossas presunções“, “Get Out vai ter reacções diferentes para o público negro e branco e se o filme não mexer bastante com o último, então simplesmente não esta a fazer o seu trabalho

Por fim, para já não há qualquer data de estreia de Get Out nos cinemas portugueses.

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS

O ponto de vista afro-americano finalmente ocupa um lugar de destaque na produção audiovisual nor

Fenómeno de crítica e bilheteira nos Estados Unidos da América, Get Out