‘Freerice’ alimenta os mais pobres com a ajuda da cultura geral

5 JANEIRO, 2017 -

Até a cultura consegue ajudar na diminuição da pobreza. Como projeto pioneiro nesta vertente, Freerice trata-se de um website sem fins lucrativos da autoria do Programa Alimentar Mundial, envolvido na Organização das Nações Unidas. A ONU, como instituição fulcral na defesa dos direitos humanos e agora liderada pelo português António Guterres, surge como a base para este projeto na tentativa de combater a pobreza a partir de um portal de perguntas e respostas de cultura geral.

Os objetivos do Freerice são, assim, prover educação de forma gratuita a todos e, através dos êxitos conseguidos por cada um no sistema de perguntas e respostas, fornecer arroz às comunidades mais carenciadas e que passam por privações. Assim, o website encontra-se dividido por temáticas (desde línguas até às ciências, passando pelas artes, geografia, química e matemática) com diferentes perguntas de escolha múltipla, para as quais existe a resposta certa que possibilita subir de nível e fornecer 10 grãos de arroz por cada êxito. Por cada cinco opções corretas, serão dados 50 grãos.

Este portal possibilita também a inscrição de utilizadores e a criação de grupos entre si, fomentando a integração juvenil e consolidando o processo educativo e formativo de todos. De momento, o Freerice disponibiliza versões em inglês, francês, espanhol, italiano e coreano.

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS

Acordo consagra solução educativa integrada aliando manuais e conteúdos digitais a hardw

Quase quatro milhões de crianças que se viram obrigadas a abandonar as suas c

O Governo anunciou hoje que as 60 medidas previstas no âmbito da 'Indústria 4.0 - Economia Digita

Pediatra admite-se apreensivo com as gerações mais novas e com a sociedade do agora. Para