França volta a autorizar filmes com cenas de sexo explícito para menores de 18 anos

10 FEVEREIRO, 2017 -

Audrey Azoulay, Ministra da Cultura da França, foi a responsável pela formulação do relatório que permitiu a aprovação deste novo decreto.

No ano de 2015 foram avaliados 700 filmes, pela Comissão Nacional do Cinema, sendo que 53 foram proibidos para menores de 12 anos, 5 para menores de 16 e 4 para menores de 18.
A batalha entre a indústria cinematográfica francesa e a associação fundamentalista católica Promouvoir deu origem a que vários filmes fossem censurados em território francês, tais como: NymphomaniacLoveKen Park ou ainda La vie d’Adèle. Agora, vão acontecer mudanças e a França volta a autorizar filmes com cenas de sexo explícito para menores de 18 anos, mediante avaliação da Comissão Nacional do Cinema, que também é responsável por catalogar os filmes.

Este novo decreto, válido a partir de quinta-feira, dia 9, elimina o artigo que estabelecia que todas as obras com cenas explícitas seriam automaticamente proibidos para menores. A nova lei estabelece agora que a classificação será baseada nas “exigências da protecção da infância e da juventude, levando em conta a sensibilidade e o desenvolvimento da personalidade próprias de cada idade e o respeito à dignidade humana“. O decreto também tem em conta a violência, quando esta é banalizada ou tratada como algo positivo. No incumprimento destas regras os filmes serão proibidos para menores.

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS

O centro comercial Nova Arcada, em Braga, que abriu em Março deste ano, de

Esta lista concentra-se na indústria de língua espanhola, portanto todos os países de língua es

O verdadeiro serviço público faz-se na RTP! Sendo assim, e porque faz todo o sentido darmos desta

Após o lançamento do seu novo álbum "Blond", Frank Ocean revelou na