Festival ‘A Porta’ está de regresso a Leiria

26 MAIO, 2017 -

É já na próxima semana que o Festival A Porta ocupa Leiria de ponta a ponta: música, artes visuais, cinema, oficinas criativas para crianças, festas e feiras começam a partir de 30 de Maio.

Falta oficialmente menos de uma semana para A Porta abrir-se em Leiria e revelar uma cidade repleta de cultura e convívio, com concertos, exposições, jantares, workshops ou ainda, feiras e intervenções plásticas numa programação que abrange crianças, adultos, Leirienses e visitantes de todas as idades.

A Porta abre-se a 30 de Maio, a partir das 20h, com dois jantares temáticos, um cubano e outro francês, em casas privadas de habitantes da cidade. Cada jantar é acompanhado por uma actuação de uma banda, estando para este dia confirmados os Buena Vista Antisocial Club e Sheriff Papaya. A 31 de Maio, mais duas casas privadas e dois jantares temáticos, desta feita com os sabores da Grécia e Malta, e a prestação de Obaa Sima e FOAM.

A programação de 1 e 2 de Junho ficará marcada por música. A 1 de Junho, Sean Riley & The Slowriders, em  parceria com a Fade In, apresentam um concerto exclusivo para 300 pessoas na histórica Villa Portela. Os bilhetes valem 10€, e estão à venda na Loja Alquimia, Arquivo – Bens Culturais, Lda, Praça Caffèe e Restaurante Ao Largo, todos em Leiria. Já a 2 de Junho, pelas 22h30, a Porta inaugura o palco do Jardim Luís de Camões, com Them Flying Monkeys, Stone Dead e a banda israelita Ouzo Bazooka.

Dia 3 é o verdadeiro dia D do Festival A Porta, com uma programação que vai das 10h até às 2h da manhã. O Festival toma de assalto a Rua Direita, uma das principais artérias comerciais da cidade, com uma programação que inclui workshops para crianças e adultos propostas pela Inpulsar-Associação para o Desenvolvimento Comunitário, teatro, curtas metragens com curadoria Shortcutz Lisboa e Leiria Film Fest, jogos de mesa, dança, pinturas de fachadas e há até uma porta para a China. Inaugura-se a Casa Plástica, uma exposição multidisciplinar, inspirada em “Cidades Invisíveis” de Italo Calvino e a Feira Bandida e a Feira Independente dão espaço à venda de itens em segunda mão e edições de autor respectivamente. Musicalmente falando, A Portaapresenta nomes como Lavoisier, The Twist Connection, Galgo, The Poppers entre muitos outros, em inúmeros palcos, numa programação que se estende à noite ao palco do Jardim Luís de Camões.

Dia 4, domingo o Parque do Avião torna-se o centro de todas as atenções: mais workshops e brincadeiras com crianças, campeonatos de skate, piqueniques, passeios de barco, caminhadas, feiras e até um programa de rádio ao vivo. A Omnichord Records toma conta da música e apresenta 2 por 3 e Jerónimo.

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS

O festival dedicado ao cinema português Caminhos arranca no sábado, em Coimbr

O festival Cinema Vadio começa no dia 02 de julho em Leiria e