Feira do Livro de Lisboa abre quinta-feira com número recorde de pavilhões

23 MAIO, 2016 -

A 86ª Feira do Livro de Lisboa, no parque Eduardo VII, abre na próxima quinta-feira, com dez novos participantes, entre os 123 inscritos, e “um número recorde de 277 pavilhões“, disse hoje o seu diretor técnico.

Entre as novidades deste ano, Pedro Pereira da Silva, diretor técnico da Feira, uma organização da Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL), destacou a criação de uma aplicação móvel “Feira do Livro de Lisboa“, disponível para Android e iOS. Esta aplicação gratuita permite ao utilizador aceder ao mapa do certame, pesquisar autores, títulos e a sua disponibilidade por editor, saber os autores presentes, apresentações de livros e os “livros do dia”.

O presidente da APEL, João Amaral, anunciou “com grande satisfação” o regresso do Brasil, com um pavilhão, seis anos depois da última presença daquele país, no certame.

João Amaral revelou que a Feira irá ser visitada por editores estrangeiros, numa iniciativa do Ministério dos Negócios Estrangeiros e da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP).

A ideia — explicou João Amaral — é que os editores estrangeiros possam comprar em Lisboa os direitos dos livros de autores nacionais “e não serem só os editores portugueses a irem vendê-los às Feiras do Livro de Frankfurt ou Londres“.

É uma experiência que os editores aplaudem“, disse, acrescentando que os convites foram feitos através das embaixadas de Portugal, e este ano são aguardados editores e agentes literários ingleses e alemães.

A “Hora H”, que permite comprar livros fora dos 18 meses do preço fixo, com o mínimo de 50% de desconto, volta a acontecer na última hora da Feira — entre as 22:00 e as 23:00 –, a partir do próximo dia 30, e tem, este ano, uma adesão de 80% dos participantes, disse Pedro Pereira da Silva.

Outra iniciativa que regressa é “Acampar com histórias“, destinada a crianças entre os oito e os dez anos, que vão acampar uma noite na Estufa Fria, mas as inscrições “estão já esgotadas”, disse Pereira da Silva.

Estão previstas oito noites com grupos de 20 crianças.

Texto Lusa

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS

A Feira do Livro do Porto, que tem como tema deste ano “A Ligação

A propósito da Feira do Livro de Madrid, em que Portugal é pela primeira vez o país conv

'Mein Kampf', de Adolf Hitler, foi um sucesso na Feir

Uma delegação composta por sete editores ingleses visita a Feira do Livro de