Fanny Ardant vem a Lisboa para a antestreia de ‘O Divã de Estaline’

3 JANEIRO, 2017 -

A realizadora Fanny Ardant estará em Lisboa nos dias 19 e 20 de Janeiro para a apresentação de ‘O Divã de Estaline‘, a sua terceira longa-metragem, que a Leopardo Filmes estreia nos cinemas a 26 de Janeiro. No dia 20 de Janeiro, Fanny Ardant  estará presente na antestreia de ‘O Divã de Estaline‘, às 21h30, no cinema Medeia Monumental.

O filme de Fanny Ardant passa-se numa casa de campo secreta (foi rodado na Serra do Buçaco), onde Estaline, interpretado por Gérard Depardieu, decide repousar por uns dias. Aí, recria o consultório de Freud, utilizando um divã parecido e algumas notas sobre como analisar sonhos, a partir do livro “A Interpretação dos Sonhos”. A sua amante, Lídia, serve de psicanalista, ouvindo os sonhos de Estaline e procurando um sentido para eles. Junta-se-lhes Danilov, um artista escolhido por Lídia, que vem apresentar um projecto para um monumento à glória de Estaline, criando entre os três um jogo de enganos, mentiras e terror.

O Divã de Estaline‘ foi totalmente rodado em Portugal. Para além de Gérard Depardieu, o filme conta ainda com Emmanuelle Seigner, Paul Hamy, Lídia Franco, Miguel MonteiroJoana de Verona no seu elenco. A longa-metragem adapta o romance Le divan de Staline, escrito em 2013 pelo francês Jean-Daniel Baltassat. ‘O Divã de Estaline‘ é uma produção da Alfama Films e da Leopardo Filmes, com o apoio da RTP e da Câmara Municipal da Mealhada. O filme chegará às salas de cinema portuguesas no dia 26 de Janeiro.

A realizadora Fanny Ardant iniciou a sua carreira como actriz no teatro. François Truffaut ofereceu-lhe o seu primeiro grande papel no cinema, em “A Mulher do Lado” (1981) ao lado de Gérard Depardieu. Depois, Fanny Ardant colaborou com os maiores cineastas franceses e estrangeiros: Alain Resnais, Costa-Gavras, André Delvaux, François Ozon, Michelangelo Antonioni, Ettore Scola, Sydney Pollack, Paolo Sorrentino, Mario Martone, Franco Zeffirelli, Tsai-Ming-Liang.

Em 2009, realizou a sua primeira longa-metragem, “Cinzas e Sangue”, com a actriz Ronit Elkabetz, e o filme foi apresentado na Selecção Oficial do Festival de Cannes, Fora de Competição. Em 2010, em “Cadências Obstinadas”, oferece a Asia Argento um belo retrato feminino, muito diferente dos papéis habituais da actriz. Em 2016, estreia no Lisbon & Estoril Film Festival a sua terceira longa-metragem, ‘O Divã de Estaline‘, numa sessão com a presença de Gérard Depardieu. Vê aqui essa conversa.

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS

Nascido numa família de elite intelectual russa, em 1891, na cidade de Kiev, numa Ucrânia dominad