Fanny Ardant vem a Lisboa para a antestreia de ‘O Divã de Estaline’

3 JANEIRO, 2017 -

A realizadora Fanny Ardant estará em Lisboa nos dias 19 e 20 de Janeiro para a apresentação de ‘O Divã de Estaline‘, a sua terceira longa-metragem, que a Leopardo Filmes estreia nos cinemas a 26 de Janeiro. No dia 20 de Janeiro, Fanny Ardant  estará presente na antestreia de ‘O Divã de Estaline‘, às 21h30, no cinema Medeia Monumental.

O filme de Fanny Ardant passa-se numa casa de campo secreta (foi rodado na Serra do Buçaco), onde Estaline, interpretado por Gérard Depardieu, decide repousar por uns dias. Aí, recria o consultório de Freud, utilizando um divã parecido e algumas notas sobre como analisar sonhos, a partir do livro “A Interpretação dos Sonhos”. A sua amante, Lídia, serve de psicanalista, ouvindo os sonhos de Estaline e procurando um sentido para eles. Junta-se-lhes Danilov, um artista escolhido por Lídia, que vem apresentar um projecto para um monumento à glória de Estaline, criando entre os três um jogo de enganos, mentiras e terror.

O Divã de Estaline‘ foi totalmente rodado em Portugal. Para além de Gérard Depardieu, o filme conta ainda com Emmanuelle Seigner, Paul Hamy, Lídia Franco, Miguel MonteiroJoana de Verona no seu elenco. A longa-metragem adapta o romance Le divan de Staline, escrito em 2013 pelo francês Jean-Daniel Baltassat. ‘O Divã de Estaline‘ é uma produção da Alfama Films e da Leopardo Filmes, com o apoio da RTP e da Câmara Municipal da Mealhada. O filme chegará às salas de cinema portuguesas no dia 26 de Janeiro.

A realizadora Fanny Ardant iniciou a sua carreira como actriz no teatro. François Truffaut ofereceu-lhe o seu primeiro grande papel no cinema, em “A Mulher do Lado” (1981) ao lado de Gérard Depardieu. Depois, Fanny Ardant colaborou com os maiores cineastas franceses e estrangeiros: Alain Resnais, Costa-Gavras, André Delvaux, François Ozon, Michelangelo Antonioni, Ettore Scola, Sydney Pollack, Paolo Sorrentino, Mario Martone, Franco Zeffirelli, Tsai-Ming-Liang.

Em 2009, realizou a sua primeira longa-metragem, “Cinzas e Sangue”, com a actriz Ronit Elkabetz, e o filme foi apresentado na Selecção Oficial do Festival de Cannes, Fora de Competição. Em 2010, em “Cadências Obstinadas”, oferece a Asia Argento um belo retrato feminino, muito diferente dos papéis habituais da actriz. Em 2016, estreia no Lisbon & Estoril Film Festival a sua terceira longa-metragem, ‘O Divã de Estaline‘, numa sessão com a presença de Gérard Depardieu. Vê aqui essa conversa.

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS

Celebra-se, em 2017, o centenário da intensa e imensa Revolução Russa, conotada com a força bol

Nascido numa família de elite intelectual russa, em 1891, na cidade de Kiev, numa Ucrânia dominad