Exposição de arte chinesa, dos séculos 17, 18 e 19, na galeria Jorge Welsh Works of Art

14 NOVEMBRO, 2016 -

Está prestes a inaugurar a exposição A Time and A Place: Views and Perspectives on Chinese Export Art. Mais de 140 peças únicas, feitas na China ao gosto Ocidental, testemunhos vivos da interação entre as artes das duas culturas, estarão patentes ao público na galeria Jorge Welsh Works of Art. Porcelanas, leques, placas de marfim, óleos sobre tela e lacas exibem paisagens com elementos arquitectónicos, vistas e perspectivas de cidades e edifícios europeus e chineses. Pela primeira vez, além das porcelanas, leques, placas de marfim, óleos sobre tela, lacas, etc, será possível aos visitantes ver, em alguns casos, as fontes originais dessas pinturas, como medalhas, estampas e gravuras. A galeria Jorge Welsh Works of Art congratula-se por ter descoberto fontes de determinadas cenas, que até ao momento ainda não tinham sido identificadas, e que agora foram estudadas e publicadas no catálogo da exposição.

A Time and A Place: Views and Perspectives on Chinese Export Art reflecte o intercâmbio cultural a Europa e a China nos séculos 17 a 19, através das peças de porcelana e outras obras de arte decorativas, e mostra a mestria dos artistas chineses que copiavam cenas de fontes europeias com enorme detalhe e precisão. A seleção de obras que compõe a exposição tem como foco a pintura de paisagens, cidades e edifícios, tanto europeus como asiáticos, sobre porcelana chinesa e outras artes de exportação.

O século 18 assistiu a uma crescente popularidade de ‘vistas e perspectivas’ como tema da pintura nas artes europeias. Representações de paisagens e de edifícios documentavam a história de um lugar, mas também se relacionavam com os ideais estéticos do Pitoresco, onde apenas paisagens harmoniosas eram reconhecidas como belas e, por isso, apropriadas à pintura. O tema foi também influenciado pelo movimento do Antiquarianismo, que então se desenvolvia como consequência de uma nova curiosidade pelo passado. Foi com estas intenções comemorativas, curiosas e documentais, que vistas e perspectivas foram encomendadas pelos vários públicos europeus para serem pintadas em obras de arte chinesas. Estas obras serviam vários propósitos, desde registar uma memória familiar, marcar afiliações políticas ou religiosas, até servirem como souvenir de uma viagem.

Jorge Welsh explica, em comunicado, “enquanto estávamos, com a nossa equipa de investigação, a pesquisar informação para o catálogo e para a exposição, descobrimos um certo número de estampas e gravuras, de cenas previamente não identificadas na porcelana chinesa, que vão ser mostradas pela primeira vez ao lado das peças. A Luísa e eu temos vindo a juntar obras de arte relevantes, com paisagens com elementos arquitectónicos desde 2003, e conseguimos uma coleção de mais de 140 peças, como porcelanas, quadros a óleo sobre tela, placas de marfim, leques, etc, 122 dos quais estão ilustradas no catálogo da exposição.

A exposição é de entrada livre e está patente de 18 de Novembro a 10 de Dezembro, das 10h30 às 19h, na galeria Jorge Welsh Works of Art, na Rua da Misericórdia 43.

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS