Exposição da coleção Miró é hoje inaugurada em Serralves

30 SETEMBRO, 2016 -

A exposição da coleção do artista Joan Miró na posse do Estado, é hoje inaugurada, às 18:30, no Museu de Serralves, no Porto, com a presença de individualidades da política e da cultura de Portugal e de Espanha.

De acordo com o Museu de Serralves, a inauguração da exposição “Joan Miró: Materialidade e Metamorfose“, irá contar com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, do primeiro-ministro, António Costa, do ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes, e do presidente do Governo de Espanha, Mariano Rajoy.

Com curadoria de Robert Lubar Messeri, a exposição abre ao público no sábado, e ficará patente até 28 de janeiro de 2017 no Museu de Serralves.

Robert Lubar Messeri
Robert Lubar Messeri

Passados quase três anos do anúncio da venda num leilão internacional, 80 das 85 obras da chamada coleção Joan Miró (1893-1983), proveniente do ex-Banco Português de Negócios, vão ser expostas publicamente pela primeira vez, numa semana em que o primeiro-ministro, António Costa, reiterou que a coleção fica em Portugal, na cidade do Porto.

A mostra abarca um período de seis décadas da carreira do artista catalão – de 1924 a 1981 – e debruça-se em particular sobre a transformação das linguagens pictóricas que o artista catalão trabalhou, abordando também as suas metamorfoses artísticas nos campos do desenho, pintura, colagem e trabalhos em tapeçaria.

No conjunto da mostra – com desenho arquitetónico de Álvaro Siza Vieira – estão incluídas seis pinturas sobre ‘masonite‘ de 1936 e também seis ‘sobreteixims‘ (tapeçarias) de 1973.

Texto de Lusa
Fotografias de Fernando Veludo / NFACTOS

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS

A exposição com as obras dos 61 estudantes selecionados para a primeira ediç

Inaugurou ontem, terça-feira, no Centro Cultural de Belém a exposição

A exposição 'José de Almada Negreiros: uma maneira de ser moderno', que abriu ao públ

Foi a 12 de agosto de 1988 que Jean-Michel Basquiat faleceu, de uma overdose, e se juntou ao céleb