Estas são as 12 melhores obras literárias portuguesas dos últimos 100 anos

24 OUTUBRO, 2016 -

A selecção foi feita por 5 individualidades da sociedade portuguesa para A Estante, a revista literária do grupo Fnac. A escolha tinha como objectivo eleger as melhores ficções narrativa publicadas entre 1 de janeiro de 1916 e 1 de janeiro de 2016.

Do júri fizeram parte o poeta, cronista e crítico literário português Pedro Mexia, a jornalista e comentadora Clara Ferreira Alves, o professor universitário Carlos Reis, o editor Manuel Alberto Valente e a jornalista Isabel Lucas. Vê aqui a lista completa, sem qualquer ordem:

– A Casa Grande de Romarigães, de Aquilino Ribeiro
– A Sibila, de Agustina Bessa-Luís
– Finisterra, de Carlos de Oliveira
– Húmus, de Raúl Brandão
– Livro do Desassossego, de Fernando Pessoa
Mau Tempo no Canal, de Vitorino Nemésio
– O Ano da Morte de Ricardo Reis, de José Saramago
– O Delfim, de José Cardoso Pires
– Os Cus de Judas, de António Lobo Antunes
– Os Passos em Volta, de Herberto Helder
– Para Sempre, de Vergílio Ferreira
– Sinais de Fogo, de Jorge de Sena

12-melhores-livros-portugal-revista-estante-fnac

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS