Esta teoria sobre Bran pode alterar tudo o que pensas saber sobre GoT

26 MAIO, 2016 -

ATENÇÃO: Este artigo contém spoilers sobre o último episódio de Game of Thrones e especulação sobre a história da aventura de Bran Stark.

Na passada segunda-feira (ou domingo, se viste o episódio online) descobrimos a trágica história de como Wylis, um rapaz normal e estável, se tornou em Hodor, um simplório e amigável gigante que não consegue dizer nada para além de uma versão arrastada e quebrada de «hold the door». O responsável por esta mudança é só um – Bran Stark.

No início da presente temporada de Game of Thrones, o Three-Eyed Raven avisa Bran de que «o passado já está escrito. A tinta já está seca», mas neste último episódio obtivemos provas concretas de que isso pode não ser absolutamente verdade. Descobrimos que Bran consegue usar os seus poderes – greenvision e warging – de uma só vez, acabando ultimamente por alterar o rumo da história. Isto basicamente torna Bran no personagem mais importante da história, visto que tudo o que acontece, vai acontecer ou já aconteceu pode direta ou indiretamente ser culpa ou vontade de Bran.

Agora apresentamos-te cinco teorias de como Bran pode ter um papel crucial (ou já ter tido) no enredo de Game of Thrones, passado e futuro, ordenadas por ordem decrescente de probabilidade de se tornarem verdade.

O Three-Eyed Raven

Após a noite em que o Night King toca no braço de Bran numa das suas visões (um poder conhecido como branding), o Three-Eyed Raven revela a verdade ao seu pupilo: «Chegou a altura de tu te tornares eu».

Sabendo o que agora sabemos sobre os poderes e habilidades de Bran, não será possivel que o misterioso Three-Eyed Raven seja de facto Bran Stark? Isso explicaria porque este personagem estava tão predesposto e disponível em ajudar um desconhecido Bran sem nenhuma razão aparente.

Para além disso, quando o Night King entra na caverna onde Bran e companhia estão, ele pausa um segundo para matar o Three-Eyed Raven pessoalmente. Poderá isto querer dizer que o Raven também tem a marca por ele e Bran serem a mesma pessoa?

A insistência de Raven em dizer a Bran que o passado já está escrito poderá também querer dizer que ele sabe perfeitamente de que Bran (ou o seu jovem eu) tem os poderes necessários para alterar o passado, e apenas se está a certificar de que o jovem Bran não altera o rumo de eventos a mais.

Bran the Builder

Bran the Builder pertenceu aos primeiros homens, que na linha temporal de Game of Thrones, viveram 8 000 anos antes dos eventos que a série nos mostra. Bran foi o fundador da House Stark e construíu tanto Winterfell como a gigante muralha de gelo. Nos livros de George W. W. Martin, Brandon é um nome muito comum na família Stark. Será que isto é porque Bran viaja pelo tempo, tomando o lugar de várias pessoas da sua família conforme é necessário? E se o ‘nosso’ Bran acabar por ter sido o fundador da House Stark e da muralha?

Uma secção de diálogo foi importante o suficiente para na primeira temporada ter saltado dos livros para a série, numa conversa entre Ned e Arya Stark:

Arya Stark: «Ele quer ser um guerreiro da guarda real. Ele não pode ser um agora pois não?»

Eddard Stark: «Não. Mas um dia ele pode ser lorde de grandes campos, ou sentar-se no conselho do Rei. Ou pode mesmo vir a erguer castelos, como Brandon, o construtor.»

Se isto não é um prenúncio, anda lá perto…

O Rei Louco

Bran assumiu desde o início de que usando o warging para se transportar para o corpo do jovem Wylis na sua visão o levaria para o Hodor do presente. No entanto, visto que Hodor estava ancorado no presente e Wylis não tinha o poder do greensight, toda esta mescla tornou-se demasiada para ele e isso acabou por quebrar algo no seu cérebro.

É agora claro que Bran consegue alcançar pessoas nas suas visões, através do warging ou apenas chamando-as, como chamou a versão mais nova no seu pai na Tower of Joy. O utilizador do Reddit Lucosnic apontou esta teoria que envolve tanto Bran Stark como o Rei Louco Aerys Targaryen:

«Se bem se lembram do testemunho de Jaime, o rei louco apenas repetia as palavras ‘queimem-nos a todos’. E se ele não se estava a referir a King’s Landing e aos rebeldes? E se Bran de alguma maneira, acidentalmente ou de propósito o deixou ver o exército dos mortos (White Walkers)? Alguém poderia estar a gritar ‘queimem-nos todos’ tal como o ‘hold the door’ de hoje à noite

O Último Herói

O Último Herói foi o guerreiro dos tempos antigos que segundo as lendas Westerosi venceu a Batalha da Alvoraça, derrotando os White Walkers pela primeira vez. Segundo reza a lenda, o Último Herói, acompanhado pelos seus seguidores, procurou pelas Crianças da Floresta (os seres estranhos que no último episódio descobrimos serem responsáveis pela criação dos White Walkers) para obter ajuda na luta contra os Walkers, mas o herói foi o único que conseguiu sobreviver após consecutivos ataques de gigantes e White Walkers.

Quando a sua aventura começou, Bran era protegido por Jojen, Meera, Hodor e o seu cão, Summer. Dois ataques e três mortes depois, sobram apenas Meera e Bran. Poderão eles estar a caminhar para outro ataque que custará a vida a Meera e tornará Bran no Último Herói, após derrotar todos os White Walkers?

O Senhor da Luz

Ania Bukstein Kinvara

Esta é a teoria que requer mais fé. Lembras-te quando a recentemente apresentada Kinvara falou com Varys sobre a noite em que este foi mutilado, e o lembrou das vozes que este ouviu vindas do fogo? E se estas vozes sem corpo pertenceram a Bran?

Faria algum sentido, visto que ainda não vimos nenhuma manifestação deste Senhor da Luz, e já sabemos que Bran consegue fazer a sua voz ser ouvida através do contínuo espaço-temporal.

Se isto se provar verdade, quem somos nós para negar que Bran pode mesmo ser o próprio Senhor da Luz?

Apenas o tempo (ou as viagens no tempo) o dirão…

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS