Encontrado caderno de desenhos inéditos de Van Gogh

17 JUNHO, 2016 -

Um caderno com desenhos inéditos de Vincent van Gogh (1853-1890) foi descoberto e será publicado em novembro, em vários países, anunciou hoje e editora francesa Le Seuil.

O livro intitular-se-á Vincent Van Gogh. Le brouillard d’Arles, carnet retrouvé (“Vincent Van Gogh. O nevoeiro de Arles, caderno reencontrado“, em tradução literal), e segundo a editora Le Seuil, “é surpreendente e fulgurante“.

A editora não deu outros pormenores, nomeadamente quando foi encontrado, nem onde nem quantos desenhos inéditos contém, tendo adiantado apenas que são mais de uma dezena.

A publicação do livro será um ato de divulgação do caderno encontrado“, disse o editor Bernard Comment, precisando que tinha conhecimento da existência do caderno “há já um ano”.

O editor afirmou ao semanário Livres Hebdo que a autenticidade dos desenhos está garantida por uma série de pareceres de especialistas na obra do pintor neerlandes, e de História da Arte.

Segundo a editora, o livro será objecto de uma “coedição mundial“, através de filiais do grupo La Martinière, a que pertence a Le Seuil, e a acordos com editores associados de países como Holanda e Japão.

A obra será posta à venda um dia depois da sua apresentação à imprensa, em novembro, e, até essa data, ainda a anunciar, não será dada mais informação, segundo o comunicado da Le Seuil, hoje divulgado.

A edição digital do Livres Hebdo adianta que o caderno de van Gogh é propriedade de um particular.

Texto Lusa

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS