Em vésperas de Cannes, Michael Haneke regressa com ‘Happy End’

15 MAIO, 2017 -

Prestes a entrar no Festival Internacional de Cinema de Cannes, Michael Haneke apresta-se com o trabalho a ser apresentado neste. De seu título “Happy End“, o austríaco traz um elenco de luxo para dar colorido e formatura ao seu projeto.

Na linha da frente, surgem Isabelle Huppert, e Jean-Louis Trintignant, atores que surgiram no último filme de Haneke (“Amour“, de 2012, que contemplou o realizador com o seu segundo Palme d’Or). Contando, também, com Mathieu Kassovitz, Fantine Harduin, Franz Rogowski e Laura Verlinden, esta obra traz o aliciante de poder colocar Haneke como o primeiro e único a erguer três palmas em Cannes, tendo arrecadado o primeiro em 2009, com “White Ribbon“. O filme, que conta com contextos familiares e caseiros, terá um cariz socialmente exortador, expondo um caso fictício na realidade da crise dos refugiados na Europa. Centrando-se na região de Calais, posiciona-se uma família de posses, que contrasta e ignora os arredores aflitivos e urgentes do seu espaço. A atriz Isabelle Huppert referiu, precisamente, o impacto que as imagens têm naqueles que as visionam, tanto através da televisão, como na internet, e que, associando a um caso fictício e cinematográfica, acaba por suscitar apontamentos que nos levam a conhecer melhores, e que resgatam a nossa consciência em relação às vicissitudes reais.

O festival francês, que se inicia no próximo dia 17, traz, desde já, este aperitivo, contando com um argumento forte de um cineasta repleto de provas dadas, através de um cinema forte e tenso, sem nunca, porém, desprimorar aquilo que a realidade redige nas entrelinhas das emoções partilhadas. A estreia do filme tomará lugar no festival, no próximo dia 22. De seguida, apresenta-se um excerto do próprio trabalho do austríaco, que permanece como um dos pontos de referência do cinema europeu do século atual.

 

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS

O grande vencedor do Prémio da secção Un Certain Regard, do Fes

Eis que nos chega mais um filme de Jacques Audiard

A 69ª edição do Festival de Cannes já vai a mais de meio, uma vez que começ

Por trás de 'TURP' está uma história, mas antes da história estão as pessoas que a com