Em ‘I See You’, dos The xx, o minimalismo pode ser dançado

2 MARÇO, 2017 -

Quando em 2009 o silencioso primeiro álbum dos The xx foi aclamado pela crítica, não sabíamos se estaríamos perante um grupo que conseguiria ser mais do que “Crystalised” e “VCR”. Depois de um segundo trabalho morno, é disponibilizado, a 13 de Janeiro 2017, o terceiro álbum de estúdio, I See You.

Se anteriormente o grupo já se tinha inserido nas pistas de dança, em I See You fazem-no sem pudor. A experiência adquirida por Jamie Smith, conhecido como Jamie XX, no seu trabalho de produção a solo, é utilizada e patente no primeiro single deste terceiro álbum “On hold”. E com este single, é assumido que o grupo não se encontra com o mesmo tipo de atitude que nos foi apresentada em 2009, sendo desta vez um álbum expansivo e para o ouvinte.

Neste novo trabalho encontramos com a mesma facilidade as melodias e as letras ansiosas que o grupo nos apresentara, contudo a apresentação é outra. A maturidade lírica é neste evidente, onde anteriormente se cantava “Watch things on V-C-R’s, with me and talk about big love” agora fazem o parceiro saber que “I thought I had you on hold”. Faz parte do crescimento, a confrontação das idealizações de amizade e amorosas com a realidade.

Os sentimentos evocados ao longo deste trabalho não são mais os do adolescente pueril, é-nos aqui apresentada uma diferente fase da vida. Mais enérgica, mais para os outros e já sabendo quem são enquanto grupo e enquanto membros constituintes do mesmo. A vocalista, Romy Madley-Croft realiza durante quatro minutos e treze uma elegia à perda dos pais em “Brave for You”, protagonizando uma das músicas mais simples e no entanto mais tocantes deste trabalho. Em “Violent Noise” temos Oliver Sim a expressar as inseguranças de todos nós quando o final da saída à noite se aproxima, com Madley-Croft a oferecer uma ajuda no final da música.

Tanto Romy Madley-Croft como Oliver Sim são excepcionais na escrita das letras, e o diálogo entre ambos ao longo dos quase 40 minutos da duração do álbum torna-o parte do que esperamos do grupo. Nenhum dos dois vocalistas tem um especial alcance vocal mas a estruturação lírica e os arranjos para os dois evidenciam que tal também não é necessário. Entende-se no terceiro álbum do grupo que o crescimento ocorreu em termos profissionais, especial destaque para Jamie XX que acrescenta bastante ao que aqui nos é apresentado. Agora o minimalismo pode ser dançado.

Os The XX apresentarão o trabalho I See You em Portugal no dia 6 de Julho no festival NOS Alive 2017.

 

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS

Os The xx anunciaram um novo trabalho discográfico intitulado I See