‘Drifters’: ilustrações analógicas vindas de um mundo sonhado

18 MAIO, 2016 -

A cidade de Aveiro vai estar submersa numa viagem ao centro do sonho, onde os pensamentos libertinos se encontram e onde as memórias que temos são dum mundo maior.

O espaço Má Ideia, recentemente inaugurado perto do centro da praça do peixe, zona boémia nocturna da cidade, abre ao público as suas portas para a inauguração de duas exposições.

Rupert disse-nos que abordou “tudo de um modo quase inconsciente na dimensão do sonho, onde mora a memória de mundos nunca navegados e onde acredito poder ser o espaço onde nos conseguimos projectar verdadeiramente.
O artista procurou assim representar nas suas ilustrações a ideia do medo e da fuga, ou o devaneio, para o mundo do sono e que isso nos permite navegar para a melhor versão da nossa existência.

Rupert deposita na memória do sonho a plenitude do ser, materializando assim os seus estados de espírito em ilustrações analógicas. Os seus trabalhos baseiam-se num estilo abertamente influenciado pela arte urbana.

Em simultâneo também acontece a exposição do Filho do Demo, artista do Porto, apresenta PICAPAU, uma colecção de trabalhos que resumem 3 meses de deambulação pela cidade de Aveiro.

Convidamos-te assim a estares presente no próximo sábado, dia 21 de Maio, pelas 18h, na inauguração que contará com um momento de live art do Rupert e Filho do Demo e a participação especial dum músico para solidificar o ambiente. Até lá…

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS