Doclisboa’16: O vlog intimista de Saul Levine

26 OUTUBRO, 2016 -

Marcámos presença na primeira mostra de Dream Story (2001), um pequeno vídeo intimista com uma identidade semelhante à de um vlog, da autoria de Saul Levine. Para os connoisseurs do vídeo e filme avant-garde, Saul é já um dos nome conhecido, mas a maioria do público em geral nunca há de ter explorado este artista. Nascido no Connecticut (Estados Unidos da América), Saul Levine é um realizador de filmes avant-garde, que aborda os seus trabalhos com uma atitude extremamente pessoal e experimental. Saul é professor no Massachusetts College of Art and Design, e já teve o seu trabalho mostrado nacional e internacionalmente, sendo que nos últimos anos, cidades como Ontario, Nova Iorque, Lima e Praga acolheram exposições de retrospetiva do artista.

O artista dedica este vídeo a Marjorie Keller, também realizadora, e sua amiga íntima, que morreu em 1994. Filmado num exterior, onde o plano se vai alterando entre a cara do artista, que também é narrador, e uma lua crescente distante. Saul conta-nos um pequeno momento que partilhou com a amiga onde ela lhe perguntou porque em todos os seus filmes, sempre que aparecia a lua, esta estava cheia. O artista, como resposta, realizou um pequeno vídeo-estudo de título Crescent, no mesmo sítio onde filmou este Dream Story, sendo que o nome Crescent derivava da lua crescente presente no filme, lua essa que continua bem demarcada em Dream Story.

Para finalizar, ele prossegue por nos contar outro episódio, este já após a morte da amiga, onde teve um pesadelo com a mesma, onde um indivíduo estranho que lhe pedia que se despisse se transformava em Marjorie. Marjorie continuou presente depois de o artista ter sentido que acordou e diz-lhe que está ali para ficar. Terá sido uma bonita mensagem, uma mensagem de esperança e fé em que a sua amiga continua presente, a observá-lo de algum lado desconhecido, num filme que se assemelha mais a uma ode ou homenagem do que a qualquer outra coisa.

Podes ver Dream Story aqui:

Este filme será novamente projetado, juntamente com Calendar, a 29 de outubro, às 21:45 no Pequeno Auditório da Culturgest. 

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS