D’Bandada regressa dia 17 com mais de 45 artistas em 14 espaços

1 SETEMBRO, 2016 -

O festival D’Bandada regressa ao Porto no dia 17, com mais de 45 artistas a levar música a 14 espaços da cidade, numa iniciativa em que “a cidade se transcende“, considerou hoje o presidente da Câmara, Rui Moreira.

O D’Bandada tem um significado para a cidade muito importante (…). É com coisas como o D’Bandada que a cidade se transcende; a cidade se solta completamente e se transforma num palco“, disse Rui Moreira esta manhã, na conferência de imprensa de apresentação da 6.ª edição do evento, promovido pela NOS em parceria com a autarquia.

Segundo o programador do evento, Henrique Amaro, esta edição apresenta como uma das novidades uma mostra de cinema -documentários musicais -, que decorrerá nas quatro noites anteriores ao dia do festival (de 13 a 16), no Passos Manuel.

Também o parque de estacionamento Silo-Auto é novidade nesta edição, apresentando-se como “o grande espaço musical”, sendo que a avenida dos Aliados desaparece este ano da lista de espaços.

E depois de em 2015 o D’Bandada passar pelo Coliseu, esta sala de espetáculos volta nesta edição a acolher o evento, com uma “festa africana“, pela qual passarão Selma Uamusse, Bonga e Kimi Djabaté.

Como “em equipa vencedora não se mexe“, frisou Henrique Amaro, a praça dos Poveiros volta a ser o palco do hip-hop, por onde passarão os Orelha Negra, por exemplo.

O passeio das Virtudes integra também a programação, bem como a praça dos Leões, onde “algo de inédito em Portugal” acontecerá quando dois sistemas de amplificação – soundsystems – estiverem frente a frente, transformando-a “numa grande pista de dança” com ritmos jamaicanos, disse Henrique Amaro.

Maus Hábitos, Plano B e Café Au Lait voltam a integrar a programação do festival, cujos espetáculos são de entrada livre e apenas estão sujeitos à sua lotação.

Miguel Araújo, que participa no em D’Bandada desde o início, estará no Silo-Auto, apresentando “canções que fez para outros artistas“, como Ana Moura, António Zambujo e Carminho.

Esta edição faz regressar ao Porto o Club Kitten e, apesar do local não ter sido ainda revelado, certo é que o ator e DJ João Vieira recriará “no fim da noite uma festa num ‘dancefloor‘”.

O D’Bandada, que tem como lema “música por todo o lado” e que arranca depois do almoço, conta novamente com o apoio da CP, que disponibilizará uma oferta especial na noite do evento nas quatro linhas dos comboios urbanos do Porto (Braga, Guimarães, Marco de Canaveses e Aveiro).

Texto de Lusa

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS

No festival D'Bandada, já na sua sexta edição, acaba por assistir-se a um cruzamento de sons, ne