Cinco nomes imperdíveis para o Milhões de Festa

20 JULHO, 2016 -

A sétima edição do Milhões de Festa irá acontecer, uma vez mais, na sua cidade natal, em Barcelos. O festival que é conhecido pelos seus cartazes ecléticos arranca já no próximo dia 21 e vai até dia 24. Este ano o alinhamento apresenta novamente sonoridades distintas, por isso, decidimos escolher alguns nomes imperdíveis para a edição deste ano.

Sun Araw

Um artista repetente dos palcos nacionais, já passou por Paredes de Coura, Galeria Zé dos Bois e Teatro Maria Matos. O músico norte-americano vem apresentar o mais recente trabalho, Gazebo Effect. Com uma sonoridade muito característica, desde o experimentalismo ao reggae, passando por vertentes psicadélicas remetentes para atmosferas quentes e veranis. O músico texano sobe ao palco Milhões no dia 23 de Julho.

The Heads                            

Depois de nomes como Ufomammut, Radio Moscow, Earthless ou Karma To Burn em edições anteriores, este ano não poderia ser diferente e, por isso, aí estão os The Heads como nome forte das sonoridades mais pesadas e psicadélicas. A banda de Bristol com quase três décadas de carreira sobe ao palco Milhões no penúltimo dia. A quem se prepara para assistir ao concerto dos britânicos, irá com certeza embarcar numa viagem embalada por camadas de riffs infinitas transbordando de loop’s, fuzz’s e reverb’s.

Ho99o9

Se alguém pensava que era impensável cruzar géneros como o rap e o stoner podemos adiantar já que está enganado. A comparação com Death Grips é quase inevitável, no entanto, os Ho99o9 são o cruzamento perfeito das sonoridades lentas do trap e stoner rock com o lirismo e as mensagens do hip hop. Um concerto que será, certamente, extremo e hardcore, uma vez que a banda é conhecida por partir tudo por onde passa. A banda de Newark é sem dúvidas a indicada para fechar em grande o palco secundário no último dia do Milhões de Festa.

Goat

Quem não conhecer os Goat e os vir entrar em palco, com as suas máscaras tribais, irá pensar que são uma banda africana de world music. Estão semi enganados. A banda é sueca, mas a festa tribal é a mesma. Uma espécie de Tinariwen mais psicadélicos e raunchy, a sua música tem uma base de Woodstock e rock clássico, molhada em influências africanas. Revelaram há pouco um novo single, “Try My Robe”, que traz o prenúncio de um novo álbum. Dada a recepção da nova canção, achamos que devem assistir ao seu concerto e ser transportados para o calor do deserto africano.

Dan Deacon

Dan Deacon vai tomar o palco Milhões, na noite de dia 24, para pôr Barcelos a festejar com o seu mais recente Gliss Riffer, de 2015. Nos seus concertos, o artista americano leva o público ao delírio. Dá para rodas, danças da chuva e até ataques de epilepsia dançáveis. Qualquer pessoa, por mais que desconheça a sua música, deixa-se levar pelos seus ritmos frenéticos. Deacon faria sucesso até numa Queima das Fitas, por isso, num festival como o Milhões de Festa, não há como não ser a combinação perfeita.

Fotografia de capa

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS

As margens do rio Cávado já se preparam para receber os dias quentes e as sonoridades únicas que

Já entrámos no mês de Julho e faltam pouco menos de vinte dias pa

Vem da Serra Leoa para dois concertos em Portugal: dia 21 de Julho n

A edição de 2017 do Milhões de Festa começou ao ritmo em