Ciclo ‘Um Século de Cinema Romeno’ na Cinemateca Portuguesa

11 JANEIRO, 2017 -

A “Nova Vaga” do cinema romeno tem aberto portas à exibição de obras como os recentemente distribuídos por terras lusas The Exam (Bacarauleat), de Christian Mungiu, e The Treasure (Comoara) de Corneliu Porumboiu. É, de resto, uma das obras do supracitado Mungiu4 Months, 3 Weeks and 2 Days (4 luni, 3 saptamâni si 2 zile), vencedora da Palma de Ouro em 2007, que é reconhecida por ter dado origem a esta distribuição de filmes provenientes da Roménia tanto a nível comercial como em festivais nacionais.

Tendo isto em mente, pretende-se aproveitar este reconhecimento internacional para desmistificar também que antes desta “Nova Vaga” não se fazia cinema romeno de igual (ou superior) qualidade. É isso que o ciclo Um Século de Cinema Romeno se presta a demonstrar, estando em exibição na Cinemateca Portuguesa de dia 13 de Janeiro a 10 de Fevereiro.

Será um mergulho na riqueza histórica do cinema romeno, prescrutando várias das fases do mesmo que foram sendo afectadas e moduladas pelos contextos políticos e sociais do país em questão durante todo o século XX. Esta junção de obras basilares que marcaram de forma indelével o cinema romeno como Reconstruction (Reconstituirea, de 1968, de Lucian Pintilie), Michael the Brave (Mihai Viteazul, filme de 1970, de Sergiu Nicolaescu), ou Hotel de lux (filme de 1992, de Dan Pita) com obras mais recentes como The Way I Celebrated The End of The World (Cum mi-am petrecut sfârsitul lumii, filme de 2006, de Cãtãlin Mitulescu) ou 12:08 East of Bucharest (A fost sau n-a fost?, filme de 2006 de Corneliu Porumboiu) pretende não só revisitar grande parte da história da Roménia, como também do cinema a que esta deu origem e a forma como este foi sendo afectado pelos diferentes contextos sociais onde se inseria.

Este ciclo é organizado pelo Instituto Cultural Romeno em Lisboa em parceria com a Cinemateca Portuguesa, a Dacin Sara (A Sociedade Romena dos Autores do Audiovisual), a União dos Cineastas Romenos (UCIN), o Centro Nacional da Cinematografia Romena (CNC) e o Arquivo Nacional de Filmes da Roménia (ANF). Os filmes apresentados serão, na sua larga maioria, inéditos comercialmente em Portugal, e primeiras exibições na Cinemateca.

Programação e apresentação do Ciclo no site da Cinemateca Portuguesa

Evento do Ciclo no Facebook

 

 

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS