O Lisb-On Jardim Sonoro é já habitual no regresso das férias na cidade de Lisboa. Num ambiente descontraído, o Parque Eduardo VII tem recebido música eletrónica (e não só) nos primeiros dias de Setembro de há três anos a esta parte. Findo o processo de implementação deste festival urbano

Cleo Tucker e Harmony Tavidad formaram em 2013 Girlpool, quando tinham apenas 17 anos, e, desde o início tornou-se muito claro o seu propósito: contar histórias. Ou melhor, fazer relatos: das suas experiências, da sua feminilidade e da sua juventude. “Before the World Was Big” saiu em 2015,

A cidade onde é inverno o ano inteiro perdeu os principais símbolos. Resta o filho adotivo Eddie Vedder, natural de Chicago, no Illinois. O grunge nunca foi um estilo musical, mas sim um movimento de bandas angustiadas pelo mesmo lugar. A morte de Chris Cornell sela o fim de uma era. Tudo o que so

Stevie Nicks, a aclamada rainha do Rock n’ Roll, e vocalista da banda Fleetwod Mac, irá trabalhar com Lana Del Rey no seu quinto álbum de estúdio, revelam os sites NME, Pitchfork e The FADER.“Lust For Life” conta com mais duas participações já anunciadas: The Weeknd no single que dá

Graças ao passa-palavra típico do género ou ao mecanismo de reprodução automática presente no YouTube, podia dar-se o caso de encontrarmos Logic por acaso. Ainda que ínfima, existe sempre essa possibilidade. E apesar da sua música incorporar um (já recorrente) exercício de storytelling, n

Em 2014, Mike Hadreas lançou o seu fantástico terceiro álbum, Too Bright. Após dois álbuns de canções ancoradas pelo piano delicadamente devastador, foi uma mudança bem-vinda, antes que a sua carreira se tornasse, possivelmente, redundante e repetitiva. “Queen” ditou a mudança

Durante cinco anos, Chet Faker fez as delícias do mundo com a sua música lounge e descontraída, um daqueles músicos com quem nos vemos a tomar uma cerveja com a sua música, perfeitamente adequada, a soar no fundo. O artista vagueia entre o downtempo, o R&B electrónico e a música ambiente

Son Lux volta este ano com uma proposta bastante envolvente, contemplando-nos com o seu novo EP; dois anos depois de lançar o sombrio álbum ‘Bones’, e nove após o deslumbrante ‘At War with Walls & Mazes’, um álbum que cria uma ligação intrínseca entre nuances do sombrio e a din

Esta é uma daquelas sagas que gostamos de seguir, os Moon Duo regressam três meses depois com “Occult Architecture Vol. 2”. A primeira parte deixou água na boca e elevou as expectativas. Com estes dois fascículos, lançados em 2017, a dupla de Portland atinge um nível alto nível de consist

Leslie Feist voltou este ano para nos agraciar com um novo álbum, seis anos após Metals e dez após o icónico The Reminder, que solidificou a sua presença a solo musicalmente (uma vez que dá também voz aos Broken Social Scene). Pleasure surge como um compêndio de canções que se apresentam m