O cenário literário português alterou-se por completo com o surgimento de Fernando Pessoa e toda a sua heteronímia. Uma genialidade como esta, para além de se distinguir de tudo o que fora criado até então, cravou na literatura portuguesa uma sombra para os autores coetâneos ou posteriores.

À primeira vista, Ove é o homem mais rabugento do mundo. Sempre foi assim, mas piorou desde a morte da mulher, que ele adorava. Agora que foi despedido, Ove decide suicidar-se. Mal sabe ele as peripécias em que se vai meter. Um jovem casal recém-chegado destrói-lhe a caixa de correio, o seu ami

Quando uma bomba detona algures no mundo só ouvimos falar dela caso cause um elevado número de vítimas ou rebente num local no globo pouco habituado a conviver com isso, caso das detonações na Europa, em locais que nos são próximos geográfica e culturalmente. Nem mesmo num mundo onde a infor

O romance A Vida Invisível de Eurídice Gusmão, de Martha Batalha, foi inicialmente rejeitado no mercado editorial brasileiro. Porém, no decorrer da Feira de Frankfurt — considerada a mais importante a nível mundial —, a obra foi adquirida instantaneamente por seis editoras internacionais. A

No próximo sábado, dia 25 de Março, o auditório da Biblioteca Municipal Almeida Garrett é o palco escolhido para a 54.ª edição do Porto de Encontro. A partir das 17:00, Sérgio Godinho é o convidado em destaque desta sessão do ciclo de conversas com escritores promovido pela Porto Editora,

Podemos, de vez em quando, conviver com uma realidade que não é a de todos os dias. Começamos a contrariar o que achamos do mundo, pensamos que talvez o mundo não seja feito das certezas que dele temos, mas da dedução do que, por sinais, nos dá a conhecer. Há uns dias reuni alguns dos [&hell

1969 e a Califórnia. Com este mote, somos redirecionados imediatamente para uma ode à liberdade e à libertação, ecos de um tempo de autodescoberta, de emancipação e de sensualidade. Contudo, Emma Cline, em As Raparigas (The Girls, em inglês), não recupera o espírito livre, fundado em amor

Lágrimas de Sal, escrito pelo médico Pietro Bartolo e pela jornalista Lidia Tilotta, será apresentado no Espaço Nimas no dia 30 de Março, com a presença dos dois autores. O livro, um relato na primeira pessoa sobre a tragédia dos refugiados que chegam a Lampedusa, é editado pela Objectiva,

Toda a Foz portuense tornou-se eternizada nos escritos de Raul Brandão, autor de várias obras literárias e de narrativas com profundidades atingidas por poucos. Para além da tão sua Foz, o português expandiu-se pelo país, chegando a conhecer os Açores e inspirando-se também na sua particula

Para prejuízo dos leitores portugueses, Rentes de Carvalho ainda passa por ilustre desconhecido aos olhos da esmagadora maioria. Contudo, tal está longe de se dever a qualquer demérito por parte do autor, e a isso já lá vamos, depois de lhe traçarmos uma curta biografia. Transmontano de gema,