Liam Gallagher é um nome que a ninguém é estranho, na indústria da música. Mítico membro dos Oasis, viria a formar os Beady Eye antes de embarcar agora numa carreira a solo. Há duas formas de encarar este novo trabalho de Liam Gallagher: a continuação da sua carreira como músico, depois d

Ken é o último dos (já) 12 álbuns de Destroyer, e o que mais se assemelha a um dos melhores álbuns da banda, Kaputt, para sempre indissociável do grupo. O nível de sensibilidade a que Ken nos expõe é tão elevado, que assusta. A abertura de “Sky’s Grey”, com a sua batida

Rui Fonseca, Frederico Ferreira e Alô Farooq formam os 800 Gondomar, a banda portuense de ritmo frenético que toma de assalto qualquer sala de espetáculos. No passado dia 13 de outubro, lançavam o seu disco de estreia Linhas de Baixo, com o apoio da Cão da Garagem, a editora formada por uma out

Num período do cinema em que a denúncia da (des)igualdade racial, quer actual, quer histórica, está, finalmente, na ordem do dia, cumpre reflectir de que forma esse cinema que se pode apelidar de intervenção social se deixa contextualizar enquanto obra cinematográfica (objecto de arte) e enqu

Taika Waititi pode ser desconhecido para boa parte do público, mas os filmes Hunt For The Wilderpeople  e sobretudo, o mocumentário What We Do In The Shadows que satiriza, por assim dizer, os filmes sobre vampiros (ficcionando o seu modo de vida), geraram um pouco habitual mas merecido buzz 

Adaptado do bestseller escrito pelo norueguês Jo Nesbo de onde extrai o título, The Snowman, adivinhava-se que o filme fosse algo próximo da linguagem do drama policial noir de algum do cinema de Fincher, por exemplo, algures na linha entre The Girl with the Dragon Tattoo ou Gone Girl. É de fac

É com uma perspectiva fria e talvez até ligeiramente desafiante relativamente ao amor que Moses Sumney se apresenta naquele que é o seu primeiro álbum de estúdio, Aromanticism. Mas não é de todo repentina a sua emergência no panorama musical. Tal como o seu contemporâneo Sampha – tam

Em 2001, Cécile Schott era uma professora de Língua Inglesa, em Paris. Naquele ano, um amigo ofereceu-lhe um software de produção musical. Dois anos depois, apresentou-se ao mundo como Colleen, e através da editora Leaf Label lançou o primeiro disco Everyone Alive Wants Answers. Depois de ter

Há artistas que são muito mais do que aquilo que nos apresentam em álbum. David Bowie era um deles, assim como Prince. Além da sua inegável qualidade musical, estes artistas extrapolavam a sua criatividade através dos visuais, tanto a nível de roupa como maquilhagem, cores escolhidas para rep

Archy Ivan Marshall não é o típico rapaz de 23 anos. Chega a esta tenra idade com vários projectos sob a sua alçada e uma discografia muito sua. Já esteve para colaborar com Kanye West (mas não aconteceu) e já quase que colaborou com Frank Ocean (que não gostou das batidas que Archy produzi