Um homem e um piano é uma premissa comum. Mas Sampha, o cantor, pianista, compositor e produtor britânico de 27 anos, vem cumpri-la de forma especial. Process, lançado na passada sexta-feira, é o primeiro álbum de estúdio de um artista que já se vinha dando a conhecer desde o início da déca

Baseado na peça In Moonlight Black Boys Look Blue, de Tarell Alvin McCraney, a segunda longa-metragem de Barry Jenkins é um dos filmes com maior número de nomeações aos Óscares e, também por isso, um dos filmes que mais curiosidade tem suscitado, não fosse ele o grande “adversário” de

Está um dia nervoso, não chove e nem faz sol. A manhã está carregada de nuvens cinzentas. Transportam a nostalgia dos dias solarengos que passaram. Suportam a ansiedade dos dias brilhantes que estão para vir. Os Moon Duo dão uma mãozinha e acabam de lançar o mais recente trabalho: Occult Arc

Dez candeeiros, de diferentes formas e feitios, vão-se acendendo progressivamente à medida que a banda ocupa as suas posições e começa a musicar o espaço. O Teatro Tivoli, praticamente esgotado, acolhe entusiasticamente a entrada de Luísa Sobral. A artista faz em Lisboa, na noite de 1 de Feve

De Paolo Sorrentino, realizador de Youth e do belíssimo filme vencedor do Óscar de Melhor Filme Estrangeiro em 2014, La Grande Bellezza, chega-nos este original para televisão, de seu título The Young Pope. Se o nome escolhido e o seu criador não bastassem para aguçar a curiosidade dos mais ex

Ariel Pink é um dos mais proeminentes nomes do synth-pop da atualidade. Tal lugar de destaque foi conseguido através da forma como adota uma sonoridade muito dos 80’s e a torna sua, quer pelas exuberantes abordagens temáticas, quer pelas violentas alterações de ritmo e dissonâncias. Criando

Os anos 50 são, ainda hoje, recordados com carinho pelos norte-americanos. A década que sucedeu à II Guerra Mundial trouxe consigo o que as duas anteriores nos tinham privado: crescimento, crença, motivos para sorrir. Não obstante uma perigosa ameaça atómica (não esquecer que se encetou, nes

Tendo já deixado a sua assinatura no rock do início desta década, os Japandroids não teriam que provar o que quer que fosse. Post-Nothing (2009) e Celebration Rock (2012) são exercícios bem-sucedidos de noise rock e garage punk, consagrados e reconhecidos pela crítica e pelo público. Após o

Breve História de Sete Assassinatos, de Marlon James, não é nem breve nem possui apenas sete assassinatos. Neste livro de quase 700 páginas recém-editado pela Relógio d’Água, há chacinas frequentes, há histórias de gangues, de música, de drogas, mas, acima de tudo, de personagens – in

Bone Tomahawk, que estreia em Portugal sob o nome de A Desaparecida, o Aleijado e os Trogloditas, data de 2015, tendo agora distribuição em Portugal pela mão da Cinema BOLD em parceria com a FILMIN, plataforma onde o filme estará também disponível. O filme marca a estreia do realizador S. Cr