Dois anos após o lançamento do seu último álbum, os Budda Power Blues voltaram ao estúdio e, desta feita, fizeram-se acompanhar de Maria João, célebre voz do jazz português. A parceria foi anuncia à imprensa em 2016, sendo que o álbum viria a ser lançado em Março de 2017. The Blues Exper

O novo filme de Marco Martins, “São Jorge”, é uma ficção que se encontra com a realidade. Divaga pela fronteira dos elementos ficcionados e documentais, assumindo um registo próximo a “Belarmino” (1964) de Fernando Lopes. Ambos retratam um país socialmente em crise: o primeiro, o da é

Luís Severo está de regresso e coloca-se no centro dos holofotes da nova música portuguesa com o brilhante sucessor de Cara d’Anjo, disco de 2015. O álbum homónimo Luís Severo, lançado agora através da Cuca Monga – a editora formada pelos Capitão Fausto -, tem uma produção mais arranj

Ninguém pensou que os Tennis durassem tanto tempo. Um casal que fez um álbum para documentar a sua expedição náutica, encetada ao longo de oito meses, e que parecia não ter muito mais para dizer. No entanto, aqui andam eles, a lançar álbuns e EPs regularmente desde 2010, nos quais figura o m

Quatro anos depois de “Delta Machine“, os Depeche Mode voltaram aos estúdios e gravaram “Spirit“. Já são quase quatro décadas completas de música que, ao mesmo tempo que mexe com as estandardizações eletrónicas, acompanha as gerações mais jovens de então; e, com el

A motivação de Peter Silberman para a elaboração de Impermanence faz-nos recordar a história de um génio musical nascido há mais de dois séculos. Por volta dos 30 anos de idade, Ludwig van Beethoven começa a sofrer problemas de audição. O seu ouvido vai deteriorar-se ao longo dos anos seg

Os Temples não são só mais uma banda de homenagem a outros tempos. O seu som alude ao glorioso acid rock e psicadelismo da década de 60, mas é erróneo assumir que é preciso absorver uma catadupa de conhecimento musical só para poder apreciar o quarteto britânico. O primeiro álbum do grupo

1969 e a Califórnia. Com este mote, somos redirecionados imediatamente para uma ode à liberdade e à libertação, ecos de um tempo de autodescoberta, de emancipação e de sensualidade. Contudo, Emma Cline, em As Raparigas (The Girls, em inglês), não recupera o espírito livre, fundado em amor

World Eater é o terceiro LP a solo de Benjamin John Power, conhecido como membro fundador do duo Fuck Buttons. O projeto Blanck Mass representou uma mudança estilística para o músico, que tem vindo a amplificar o processo experimental, numa relação que diz ser assumidamente de tentativa e erro

Laetitia Tamko – Vagabon, artisticamente – é um achado. Nascida em Camarões, foi na adolescência que se deslocou para Nova Iorque, onde conseguiu ter a primeira noção da ambivalência estilística da música: tendo crescido por entre a música tradicional camaronesa e os hits de rá