Não é certo que um elogio dignifique uma pessoa, porque uma das formas de tornar alguém visível é fazê-la acreditar no contrário. Como na novela do livro «Decameron», em que é narrada a história do néscio Calandrino, que é enganado por dois amigos a respeito de uma pedra que um deles ga

Arthur Schopenhauer foi um dos filósofos mais relevantes da Idade Contemporânea, tendo bebido de diversos canais diferentes na composição e consolidação do seu ideário. Entre elas, esta figura ligada ao pessimismo filosófico entregou-se aos ancestrais documentos hinduístas e budistas, ampl

Passam hoje 30 anos depois do desaparecimento de um dos artistas mais influentes da segunda metade do século XX, um dos primeiros a implementar um estilo artístico que visava pontapear com a crise na pintura, utilizando novas técnicas e materiais como forma de expressar a arte. Andy Warhol é um

O mês de fevereiro de 2017 pode não ter tido muito impacto na história mundial, mas teve na história do cinema português. Diogo Costa Amarante venceu, em Berlim, o Urso de Ouro para melhor curta-metragem com “Cidade Pequena”, e o Cinema Trindade abriu, finalmente, as suas portas. Após deza

A Semana Cultural da Universidade de Coimbra (UC) avança para a sua 19ª edição, que decorrerá desde 1 de Março a 28 de Abril, envolvendo a comunidade universitária numa celebração da cultura. Sob o tema “Quem somos?” pretende-se recuar no tempo, questionando a identidade de uma das ma

Bate um coração na minha rua. Bem, não é exactamente a minha rua, mas não moro longe, e poderia ser a minha – tal como poderia ser a tua. Tão pouco se trata de um coração literal. Mas que bate, bate. A cave direita do nº4 da travessa José Maria Vieira, na Amora, concelho do […]

Tudo promete nesta “Noite da Iguana” no Teatro Nacional São João (TNSJ) no Porto – um elenco de prestígio, uma co-produção de uma das melhores companhias de Portugal, Os Artistas Unidos, a dramaturgia de Tennessee Williams (conhecido no teatro e cinema por textos como “Um eléctrico

Michelangelo foi um dos mais incríveis artistas e um génio do Renascentismo, célebre pela sua contribuição generosa para a história da arte ocidental. Aquilo que nos leva a este grande artista não se fica só pela sua obra: fica, essencialmente, pela forma de como ele se expressou a si mesmo,

Eddie Izzard, um dos mais famosos e mais respeitados comediantes do mundo, apresenta-se em Portugal pela primeira vez, com “Force Majeure”, pela mão da H2N Phenomena Makers. “Force Majeure” é a maior digressão mundial de comédia de sempre do ator e humorista britânico, e tem-se revelad

Boris Vian fez de tudo um pouco: escreveu (com um pseudónimo e sem ele), cantou, representou, tocou, concebeu, criou, criticou. Em suma, foi a aceção plena e concretizada daquilo que é um artista multifacetado. A arte consagrou-se neste gaulês de uma forma completa e robusta e conheceu uma harm