Bernardo Lopes ganha prémio de Melhor Realizador no Chelsea Film Festival, em Nova Iorque

24 OUTUBRO, 2017 -

Bernardo Lopes, realizador da curta-metragem IVAN, ganhou o prémio de Melhor Realizador no Chelsea Film Festival, em Nova Iorque.

Depois de ter recebido na semana passado o Prémio Especial do Júri no Laughlin International Film Festival, no Nevada, o jovem realizador português Bernardo Lopes foi distinguido com o prémio de Melhor Realizador na cerimónia de encerramento da 5a edição do Chelsea Film Festival, em Nova Iorque. O festival contou com a realizadora e produtora Domenica Cameron-Scorcese, filha de Martin Scorcese, como Presidente do Júri da competição oficial.

Produzida pela Lusófona Filmes, a curta-metragem explora a vida de um jovem adulto que se refugia da solidão e dos seus problemas num grupo delinquente liderado por Senna, numa trama emocional e nostálgica, onde se vislumbra o sol do Inverno Algarvio.

Após a distinção, o realizador Bernardo Lopes fez questão de realçar a importância desta distinção internacional num setor cada vez mais reconhecido internacionalmente. “É extremamente motivador. Produzimos esta curta-metragem sem qualquer apoio financeiro por parte de entidades ligadas à área da cultura. Contudo, é de salientar todo o apoio que nos foi dado por parte da Universidade Lusófona, da Loulé Film Office e, no que toca à internacionalização, da Fundação Calouste Gulbenkian.”, afirma.

Do elenco do filme fazem parte Salvador Nery, José Pimentão, Mauro Hermínio e Ana Luísa Costa.

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS

O Ciclo Fusões no Cinema retoma a programação num conjunto de temáticas que a