As bandas que queremos ver no SonicBlast

10 AGOSTO, 2017 -

Moledo do Minho volta a receber o SonicBlast, festival dedicado às sonoridades mais underground do rock nacional e internacional. Um evento que se realiza de 11 e 12 de Agosto, e que, para além da música, também traz skate, surf, praia e piscina. Está, assim, reunido o ambiente perfeito para celebrar o rock. A sétima edição traz, mais uma vez, nomes sonantes, e muitos deles, nós não vamos querer perder.

Orange Goblin

A última passagem dos Orange Goblin pelo norte do país, deu-se no Milhões de Festa, em 2013. Cinco anos depois, regressam para demolir a vila minhota. Com 22 anos de carreira e oito álbuns de estúdio editados, Bem Ward e companhia são já considerados uma instituição do stoner/doom internacional. Provam-nos que são capazes de criar as melhores banda-sonoras para road trips de mota: “Red Tide Rising”, “Rage of Angels” ou “The Filthy and the Few” são a maior prova disso.

Kikagaku Moyo

A banda japonesa passeia-se pelas sonoridades do rock progressivo, revestidas por camadas ilimitadas de psicadelismo. As guitarras não precisam de grandes distorções, cheiram a tropicalismo asiático, a alegria do sitar acrescenta um exotismo sem perder de vista. Contudo o EP “Stone Garden” editado este ano, transporta o quinteto nipónico para os territórios do space rock. As teclas reencarnam Ray Manzarak e os acordes enchem-se de fuzz, são cinco faixas obrigatórias para quem vai marcar presença no festival minhoto. Os Kikagaku Moyo regressam a Portugal, um ano depois, agora para actuarem no SonicBlast Moledo.

Monolord

A Suécia é um país que tem dado à luz nomes interessantes, como por exemplo, Truckfighters e Graveyard. A eles podemos juntar os Monolord. Como mandam as regras, o compasso é lento e os riffs são gordos, pesados e sujos. As vozes projectam-se desde o além, para nos dizerem que isto é uma pedrada no charco. O trio escandinavo carrega artilharia pesada, capaz de deixar muita gente com a cabeça pregada ao chão. “Die In Daze”, “Empress Rising” ou a mais recente “Rust” serão, provavelmente, as faixas mais esperadas do alinhamento.

Elder

Os Elder demonstram que o doom e o sludge estão em boas mãos. As malhas violentas e velozes como “Compendium” continuam a ecoar demasiado nas nossas cabeças. Espera-se uma avalanche de tarolas rudes, acompanhadas por uma invasão de guitarras que se dividem entre o músculo e a harmonia. “Reflections of a Floating World” está muito fresquinho, e por isso, a passagem dos Elder por Moledo do Minho faz todo o sentido. A banda norte-americana há muito que era esperada em território nacional, numa estreia que levantará, certamente, muita curiosidade.

Acid King

Do sol quente da Califórnia para a praia de Moledo, chegam os Acid King, e, consigo, trazem o seu célebre stoner rock. Com a saudade de Moledo já a implodir no peito, tal como as ondas rebentam na praia ali ao lado, iremos, certamente, assistir a um dos concertos mais aguardados do evento que promete não desiludir.

Stone Dead

Quatro rapazes de Alcobaça com o rock ‘n roll a correr-lhes nas veias, e com concertos de perdurar por algum tempo. Sobem ao palco dia 11, na piscina naquele que será, certamente, um banho de sol e muito rock. Como já têm vindo a habituar o público, e a cimentar o seu nome como uma das melhores bandas de rock portuguesas, espera-se muito rock e a energia frenética de sempre.

Black Bombaim

De Barcelos, chega um trio já conhecido pela sua mestria no rock psicadélico, com experimentalismo sem medos. Sobem ao Palco Piscina dia 11, onde encerram as festividades do dia nesse espaço. De Black Bombaim, podemos esperar o melhor fim de tarde e o melhor início de noite simultâneos no primeiro dia de festival, para além de uma imensa chuva daquilo que de melhor se faz por terras lusas.

The Cosmic Dead

A encerrar o primeiro dia do festival, estão os escoceses The Cosmic Dead. Entre rock psicadélico e algum experimentalismo, este é um dos concertos a não perder na edição deste ano no SonicBlast, naquela que se adivinha ser uma performance que nos levará numa viagem através do som e sensação que a música nos transmite na sua mais pura essência.

Os bilhetes para o SonicBlast Moledo estão à venda em toda a rede BOL (Bilheteira Online, Lojas FNAC, Worten, CTT…) e na Masqueticket:

Bilhete Diário: 28€
Passe 2 dias: 55€

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS