Avião solar Impulse II está a uma viagem de completar a volta ao mundo

13 JULHO, 2016 -

O avião experimental é movido exclusivamente a energia solar e aterrou hoje no Cairo (Egipto), após sobrevoar as famosas pirâmides de Gizé. 49 horas depois de ter descolado de Sevilha (Espanha) esta é a penúltima paragem da aeronave antes de concluir a volta ao mundo.

O Impulse II completou o seu primeiro voo transatlântico ao aterrar em Espanha no mês passado, vindo de Nova Iorque, e vai agora prosseguir viagem do Cairo rumo a Abu Dhabi (Emirados Árabes Unidos, onde iniciou a sua histórica viagem, a 9 de Março de 2015.

O avião é feito de fibra de carbono (“paper plane”), pesa apenas 1,5 tonelada e mede 63 metros, de um extremo ao outro das suas asas mede 63 metros, tanto como um Boeing 747, um dos maiores aviões comerciais do mundo.

O projecto Solar Impulse II é chefiado por Bertrand Piccard e André Borschberg, ambos pilotos suíços, e pretende consciencializar os diferentes líderes políticos da necessidade de implementar soluções tecnológicas que permitam preservar o meio ambiente.

Na chegada, o piloto suíço André Borschberg foi recebido por elementos do projecto, dos quais dezenas se reuniram no Cairo para garantir a chegada da aeronave e a transmissão em directo pela internet.

Horas antes da chegada, Bertrand Piccard, que irá comandar o Impulse II até Abu Dhabi, falou dos motivos para a escolha do Egipto como última escala da viagem: “Egipto é o primeiro país, há 2.800 anos, onde o faraó Amenofis IV decidiu adorar o sol de maneira monoteísta. É o primeiro lugar onde o Sol se transformou num Deus, no único Deus, portanto acredito que é muito simbólico” e acrescentou ainda “Quando fiz a volta do mundo num balão, em 1999, aterrei no Egipto. E foi aqui onde tive a ideia de fazer outro voo à volta do mundo, mas com um avião de energia solar“, disse o piloto e director do projecto.

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS