Esta é uma daquelas sagas que gostamos de seguir, os Moon Duo regressam três meses depois com “Occult Architecture Vol. 2”. A primeira p

Estes homens descendem das ruas, das periferias, onde consumiram o que as culturas suburbanas nova-iorquinas têm para oferecer: do grafitti ao hip hop, do punk ao hardcore. Formas de expressão que transcendem leis e políticas. A dupla, Yeti Bones e TheOGM não

A carreira dos Black Angels tem se consolidado com o decorrer dos anos, tornando o quinteto norte-americano numa referência do garage rock. “Passover” em 2006, foi um verdadeiro pontapé nos sons mais expansivos do rock. Volvidos quase onze anos desde o primeiro longa duração da band

Nos primeiros dias de janeiro deste ano, enfiaram-se numa Ford Transit de ’89, e fizeram-se à vida numa viagem que resultou na gravação de um novo álbum. O destino: Inglaterra. Terra dos Beatles, de Robert Plant ou de Tony Iommi. Verdade, podiam ser todos avôs destes miúdos. Agora, com dois

Faltava pouco mais de uma hora para subirem ao palco do Titanic Sur Mer, no Cais do Sodré, onde apresentavam o novo álbum. Por entre o fumo dos cigarros e a descontracção que os caracteriza, lá estão sentados em círculo no backstage, para me receber: Ma

Nos próximos dias 1 e 2 de Junho, Lisboa recebe o MIL - Lisbon International Music Network. Mais que um festival de música, uma convenção que promete reunir os mais varia

James Newell Osterberg, ninguém saberá quem é, mas se falarmos em Iggy Pop, aí é outra conversa. Faz hoje 70 anos e é uma figura incontornável do mundo da música e do espectáculo. Nascido em Muskegon, uma pequena cidade do estado de Michig

O novo filme de Marco Martins, “São Jorge”, é uma ficção que se encontra com a realidade. Divaga pela fronteira dos elementos ficcionados e documentais, assumindo um registo próximo a “Belarmino” (1964) de Fernando Lopes. Ambos retratam um país socialmente em crise: o primeiro, o da é

Estes meninos andam a trabalhar bem: cinco anos, cinco discos. Desde “Our Mother Electricity” que não falta criatividade ao quarteto de Nashville. Nós agradecemos.

A áurea da alma punk continua a pairar sobre a banda, nunca foram dados a grandes luxos, muito por culpa de Anton Newcombe. O frontman que transpira humildade e discrição – excepto nas patilhas – transportando-a genuinamente para a música que cria.