Há aqueles álbuns que nos surpreendem pela familiaridade evocada, ao mesmo tempo que não nos lembram de mais nada pré-existente. Neste momento, o sempre expansivo universo musical dificilmente criará algo totalmente novo, confiando mais em fundir géneros para dar origem a música que, pelo men

Cinco anos se passaram desde o maravilhoso Shields, disco que os Grizzly Bear lançaram em 2012. Na altura, pouco havia passado do zénite do estado de graça em que as bandas do chamado indie rock se encontravam. Desde então, muita coisa mudo

Para o último dia da edição de 2017, o Lisb-ON levou ao seu Jardim Sonoro uma selecção marcadamente electrónica, num alinhamento que é aquele que a organização diz sempre ter querido fazer. Não é de estranhar que a selecção proviesse maioritariamente da Alemanha

Depois de um primeiro dia apresentado pela Red Bull Music Academy, com nomes como o lendário Sven Väth, o duo de techno experimental Kiasmos, o francês Etienne Jaumet e o ensemble nacional Space M

No decurso da passagem de Benjamin Clementine por Paredes de Coura, tivemos a oportunidade de escutar em primeira mão o seu próximo álbum, I Tell a Fly. De seguida, o músico juntou-se a nós numa conferência de imprensa na qual pudemos esclarecer algu

Sven Väth é já uma lenda. Com uma carreira musical que dura há mais de 30 anos, o alemão tem o seu nome esculpido na pedra da história da música electrónica, sendo um dos maiores instigadores da evolução da mesma. Desde muito cedo, por influência dos seus pais, Sven apai

Quiasmo é um recurso estilístico em que os elementos são dispostos de forma cruzada, emparelhando duas frases contrárias que se balançam de uma forma apelativa. Para além de ser evocativo, dá a ideia de simbiose e conjura uma dualidade onde é usado. Foi apenas devido a um acaso estético que

O último dia do Festival Vodafone Paredes de Coura recebeu um alinhamento que pode descrever-se como sendo energético. Para além disso, foi um dia cheio de favoritos do público português. Antes de darmos entrada no recinto, houve tempo para espreitar o programa do Governo Sombra

Ao terceiro dia, as pernas dos campistas do Vodafone Paredes de Coura já fraquejam, mas os banhos revigorantes no Rio Coura, que se encontra cada vez menos límpido, curam todos os males. Enquanto se joga às cartas, se conversa, ou simplesmente se descansa um pouco mais, os concertos do J

Após uma tarde indolente à beira-rio, a ouvir os concertos do Palco Jazz na Relva, ou até a espreitar a actuação impromptu dos Nothing no campismo, o pessoal arrasta-se até aos banhos apinhados para se preparar para mais um dia de concertos do Vodafone Paredes de Coura.