Armando Silva Carvalho vence prémio literário do Correntes d’Escritas

22 FEVEREIRO, 2017 -

A Sombra do Mar, publicado pela Assírio & Alvim, foi a escolha do júri do prémio maior atribuído no “Correntes d’Escritas”. Conhecidos também os vencedores do Prémio Conto Infantil Ilustrado Correntes d’Escritas.

Ao final da manhã de hoje, foi conhecida a atribuição do Prémio Literário Casino da Póvoa a Armando Silva Carvalho pela obra A Sombra do Mar, publicada em julho de 2015 pela Assírio & Alvim (Grupo Porto Editora). O anúncio foi feito na Sessão Oficial de Abertura do Correntes D’Escritas, realizada no Casino da Póvoa, na presença do Presidente da República e do Ministro da Cultura, que também estava nomeado para o prémio pelo livro Outro Ulisses Regressa a Casa.

De Eugénio de Andrade a Fernando Pessoa, das perturbadoras imagens da actualidade vistas na televisão ao desencanto da velhice, do bosão de Higgs ao prazer da vida, este é um livro admirável de um dos grandes poetas do nosso tempo.

Armando Silva Carvalho nasceu em Olho Marinho, Óbidos, em 1938. Licenciado em Direito pela Universidade de Lisboa, exerceu advocacia por pouco tempo, optando pelo jornalismo, pelo ensino, pela publicidade e pela tradução.

O livro A Sombra do Mar tem vindo a ser reconhecido pela crítica e foi já distinguido com o Grande Prémio de Poesia APE, o Prémio PEN Clube, o Prémio Literário Fundação Inês de Castro e o Prémio Autores SPA/RTP.

É o segundo ano consecutivo em que a Assírio & Alvim vê um seu autor distinguido com o Prémio Literário Casino da Póvoa, Javier Cercas foi o grande vencedor da edição de 2016. Para além de Armando Silva Carvalho e de Luís Filipe Castro Mendes, estavam nomeadas outras obras publicadas por esta chancela do Grupo Porto Editora: Bisonte, de Daniel Jonas, e Vem à Quinta-Feira, de Filipa Leal.

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS