‘Anomalisa’ é uma das melhores animações dos últimos anos, mas não vende

5 JULHO, 2016 -

Charlie Kaufman, o realizador e argumentista, lamenta que os elogios da crítica não se tenham convertido numa boa bilheteira para a animação indicada ao Óscar. “Vocês sabem que me sinto decepcionado por ter recebido tantas críticas positivas e de não ter adiantado de nada“, disse o cineasta, que realizou Anomalisa a duas mãos com Duke Johnson.

Kaufman afirmou ainda que apesar de todo o sucesso de crítica o filme não alavancou a sua carreira da maneira que ele esperava. Durante o Karlovy Vary International Film Festival, realizado na República Checa, o cineasta concedeu uma entrevista ao The Playlist onde falou sobre as suas frustrações. “Vocês sabem que me sinto decepcionado por ter recebido tantas críticas positivas e de não ter adiantado de nada“, desabafou o realizador.

A longa-metragem venceu o Grande Prémio do Júri no Festival de Veneza e foi uma das produções mais elogiadas dos últimos cinco anos. A animação acabou mesmo por estar nomeada para os Óscares na respectiva categoria.

15-charlie-kaufman.w750.h560.2x

O fracasso comercial não me faz desgostar do filme. Ainda gosto deste filme e orgulho-me de o ter feito, mas quando a Paramount comprou o filme pensei Bem, o filme vai fazer algum dinheiro e vai ajudar-me na minha carreira.” O filme teve um orçamento de 8 milhões de dólares e só rendeu ainda 3,75 milhões de dólares nas bilheteiras mundiais.

Toda a história de Anomalisa centra-se à volta de Michael Stone no momento em que eventualmente tropeça numa aventura fora do normal, e tão normal ao mesmo tempo: uma relação amorosa. David Thewlis dá voz ao triste Michael e Jennifer Jason Leigh é a sua Anomalisa.

film-anomalisa-2

Charlie Kaufman achou que Anomalisa lhe deixaria num patamar onde os estúdios pensariam “Ok, Kaufman é viável. Podemos fazer um filme com ele e que as pessoas vão ver.” O realizador disse ainda que só não é mais prolífico por falta de oportunidades e que já teve propostas de séries rejeitadas pela Showtime, HBO, FX e Netflix. “Acho que se Anomalisa tivesse feito dinheiro, se tivesse feito uns 20 milhões de dólares, as coisas seriam diferentes.

Na entrevista, Kaufman revelou ainda que finalizou o argumento de um filme para a Paramount e que contará com Steve Carell no papel de protagonista, isto se receber sinal verde do estúdio.

Tem sido difícil e desmotivante tentar fazer as coisas acontecerem. Especialmente depois de ter feito parte de um período em que era fácil fazer coisas“, afirmou Kaufman. O realizador é o génio por detrás dos guiões de ‘Eternal Sunshine of The Spotless Mind’ ou ‘Being John Malkovic’. “Perdes o teu momentum muito rápido nesta indústria, acho eu. E, as pessoas esquecem-te.”, disse ainda Kaufman.

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS