Agora podes ver o documentário exibido pela RTP2 sobre o pintor francês Douanier Rousseau

27 MARÇO, 2017 -

Henri-Julien-Félix Rousseau viveu 66 anos, de 21 de Maio de 1844 a 2 de Setembro de 1910, e teve como amigos Alfred Jarry, Apollinaire e Delaunay que o incentivaram na pintura, até o próprio Picasso deu um banquete em seu nome.

Como se pode ler em nota no site da RTP2, Douanier Rousseau foi um pintor francês inserido no movimento moderno do pós-impressionismo. Durante a sua vida recebeu pouco reconhecimento e ganhou grande parte do seu sustento a trabalhar na alfândega de Paris (daí o apelido “Douanier” – funcionário da alfândega). Tanto o público como os críticos relegaram o trabalho de Rousseau para o grupo da arte naive e primitivista, muito pelo seu carácter autodidacta, resultado da inexistência de formação académica no campo artístico, pela recusa dos cânones da arte reconhecida até então e pela aparente ingenuidade grotesca.

Le Douanier Rousseau‘ retrata um “Henri Rousseau que nunca deixou Paris e os seus subúrbios e que é mais conhecido pelas suas pinturas na selva.” Vê o documentário aqui.

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS