‘A Viagem Impossível’, o livro-enigma do arquitecto Álvaro Siza

3 MARÇO, 2017 -

Álvaro Siza, o arquitecto, mostra-se nesta obra enquanto desenhador compulsivo, como nunca o vimos. Num caderno em fole, com cerca de 6 metros de comprimento, Álvaro Siza desenhou, em poucos dias, uma narrativa com laivos bíblicos, mitológicos, eivada de indizível crueldade, ternura e erotismo. Segundo o arquitecto português, “Cada desenho sugeria o seguinte, a mão movida pela memória.

É esse caderno íntimo, preenchido em traço contínuo, que a Coral Books reproduz, integralmente construído à mão, com colagens, e resguardado numa caixa em madeira nobre, desenhada e construída com materiais seleccionados pelo próprio Álvaro Siza.

O desenho vem acompanhado por um texto da autoria do próprio Siza Vieira e outro de Enrico Baleri, o ‘pai’ do design italiano, para além de um breve ensaio do historiador de arte Bernardo Pinto de Almeida.

A construção da caixa está a cargo da SPSS, responsável pelo design de mobiliário dos principais designers e arquitectos portugueses.

Segundo o designer e projectista italiano Enrico Baleri, que irá apresentar o livro, “Estes desenhos exprimem a alma de Siza, e não somente a sua criatividade; exprimem a verdadeira essência daquele homem que sempre sorri à vida – sorri para nós também, se olharmos com atenção.

Por fim, e para Bernardo Pinto de Almeida, que também é Professor Catedrático na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, “Tudo se passa como se, sob o rigor do desenho, da sua fluência harmónica, se disfarçasse, discreto, secreto, quanto, nele mesmo, na sua personalidade e espírito, há de vontade de procurar absolutos.

A apresentação do livro “A Viagem Impossível” acontecerá no próximo Sábado, dia 4 de Março, pelas 17h na Casa de Fez, Porto.

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS