#7 Essenciais do Cinema – Os Sete Samurais (1954)

21 SETEMBRO, 2016 -

Se estás a ler isto é porque chegaste ao “Essenciais do Cinema”– uma nova rubrica da CCA para quem quer descobrir um pouco mais. Com temáticas menos generalizadas, por vezes menos actuais mas igualmente relevantes. Com tudo isto, é normal que por aqui encontres – e temos mesmo de te avisar – mais texto. Bem-vindo ao “Essenciais do Cinema”.

Os Sete Samurais (1954)
Realizador: Akira Kurosawa
Protagonizado por: Toshirô Mifune, Takashi Shimura e Keiko Tsushima

É a obra-prima das obras-primas da indústria do cinema japonês e um dos mais referenciados e copiados filmes de todos os tempos, servindo como inspiração primordial para actores e artistas do mundo cinematográfico. Conta a história de sete samurais sem mestre que são contratados por agricultores para combaterem criminosos que lhes roubam as colheitas de um ano inteiro. Tem mais de 200 minutos de duração e é ainda hoje uma das maiores referências do cinema mundial e o maior lançamento de Kurosawa. Conta com a extraordinária performance de Toshirô Mifune, num dos seus papéis mais consagrados, juntamente com a de “Rashomon”.

Apesar da muita discussão existente entre a influência e a importância de “Rashomon”, por muitos considerado o topo do cinema japonês, as diferenças qualitativas são muito insignificantes para dizer claramente qual a grande obra-prima da indústria japonesa. Pessoalmente “Os Sete Samurais” batem “Rashomon”, mas por uma mínima margem. O nosso #7 do Essenciais do Cinema tem uma grandiosa produção e um aparato muito ao nível dos grandes épicos de Hollywood. Igualmente, apresenta uma forte componente história e um crítica social atrevida do Japão do século XVI.

É apenas apresentado na posição #7 por puro acaso. Ao longo deste Essenciais do Cinema muitos serão os filmes apresentados nesta secção, mas poucos são os que poderão destronar a importância deste e de outros filmes que serão aqui falados. Numa lista de dez melhores, “Os Sete Samurais” estaria claramente num top 5. Este é sem dúvida uma obra-prima fenomenal e essencial para o conhecedor do cinema. A par com “Rashomon” não há dúvidas da importância do filme para o cinema mundial, principalmente a influência que teve na indústria americana. “Os Sete Samurais” colocam a faísca muito elevada para um Essenciais do Cinema que pretende ser uma referência do cinema histórico e de excelente qualidade.

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS

A obra Dersu Uzala, de Akira Kurosawa, um dos realizad

O Destrava - Festival de Línguas c

Akira Kurosawa é essencialmente famoso pelos seus Jidaigeki, retratos da