4 filmes para veres na RTP2 até ao fim de Junho

20 JUNHO, 2017 -

O verdadeiro serviço público faz-se na RTP! Sendo assim, e porque faz todo o sentido darmos destaque aos filmes e aos assuntos que estes abordam, elaborámos este artigo para reforçar e dar visibilidade ao trabalho feito pela estação pública portuguesa. De 28 de Junho a 30 de Junho há cinema para todos os gostos:

28 de Junho, pelas 23h14 min

Filme: Dietrich – Garbo: The Angel and The Divine (2014), realizado por Marie-Christine Gambart

Documentário sobre duas lendas do cinema: Marlene Dietrich e Greta Garbo.

Mais do que apenas duas lendas do cinema, Marlene Dietrich e Greta Garbo são o cinema. Estes dois ícones, símbolos do glamour intemporal, mudaram para sempre a imaginação erótica de uma era inteira através do seu exotismo e audácia.
Garbo foi a primeira a tornar-se uma estrela. Bela, distante, inatingível, Garbo The Divine era a estrela mais admirada de sua época. Mas então Marlene Dietrich chegou: a mulher fatal com a sua sensualidade inquietante. Ela era o inesquecível anjo azul, a única estrela capaz de eclipsar o divino.
À luz de romances e rivalidades, o filme dá um novo ponto de vista ao duelo apaixonado entre Marlene Dietrich e Greta Garbo. Sob a batalha popular, atrás da lenda polida, descobrimos o retrato íntimo de duas mulheres, com suas próprias cicatrizes e falhas.

29 de Junho, pelas 23h30

Filme: Soup Cans and Superstars: How Pop Art Changed the World (2015)

Um documentário sobre a importância da Pop Art no século XX

Alastair Sooke defende a Pop art como uma das mais importantes formas de arte do século XX, desmascarando a superfície espumosa e irónica da pop para revelar um estilo artístico cheio de ideias subversivas e ideias radicais. Ao traçar a sua história, Alastair traz um olhar fresco para o trabalho das grandes estrelas da Pop Art Andy Warhol e Roy Lichtenstein e rastreia os pioneiros do pop, dos americanos James Rosenquist, Claes Oldenburg e Ed Ruscha aos britânicos Peter Blake e Allen Jones. Sooke diz-nos também como o fascínio da pop pelas celebridades, publicidade e media foi parte de um movimento global, ele viaja para a China a fim de descobrir como uma nova geração de artistas está a reinventar a sátira e política da pop art no século XXI.

29 de Junho, pelas 00h55

Filme: Portugiesen em Hamburgo (2016), realizado por Pedro Branco

Documentário com a assinatura de Pedro Branco, sobre os emigrantes portugueses em Hamburgo, a cidade mais portuguesa da Alemanha.

Em Hamburgo, desde a existência de um Bairro Português à apropriação na linguagem quotidiana de palavras como ´nata´ e ´galão´, a presença da cultura portuguesa é impossível de ignorar. Apesar de desconhecida para muitos, esta ligação entre Portugal e Hamburgo tem séculos de existência e foi fortalecida nas três grandes fases de emigração portuguesa para a cidade portuária alemã. No séc. XV com os Judeus Sefarditas, os Gastarbeiter (“trabalhadores convidados”) na década de 1960 e os muitos que, recentemente motivados pela crise económica em Portugal, para lá emigraram.
O filme Portugiesen em Hamburgo dá a conhecer algumas das histórias e memórias de quem ajudou a construir a ligação entre os dois países, essenciais para que Hamburgo continue a ser considerada a cidade mais portuguesa na Alemanha.

30 de Junho, pelas 23h

Filme: Leviathan (2014), realizado por Andrey Zvyagintsev

Vencedor do Prémio de Melhor Argumento no Festival de Cinema de Cannes e um Globo de Ouro para Melhor Filme Estrangeiro, um filme dramático sobre corrupção e abuso de poder com a assinatura de Andrey Zvyagintsev.

Kolia mora numa pequena cidade à beira do mar de Barents, no norte da Rússia. Tem uma garagem ao lado da casa onde vive com a mulher Lylia e o filho Romka, de um casamento anterior. O Presidente da Câmara da cidade, Vadim Sergeyich, deseja apropriar-se do terreno do Kolia, da sua casa e da sua garagem. Tem projetos para aquela propriedade. Inicialmente tenta comprá-la mas Kolia não suporta a ideia de perder tudo o que possui, não apenas o terreno mas também a beleza que o rodeia desde que nasceu. É então que Vadim Sergeyich se torna mais agressivo…

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS

É uma excelente iniciativa e é totalmente em português! A Pixar, empre

Em Agosto e Setembro, no âmbito da exposição Eduardo Souto de Moura: Continuidade, haverá cinem

François Truffaut foi um ícone do Cinema, um grande cineast

Nos próximos dois meses, Julho e Agosto, vamos ter alguns filmes a tomar em conta e por isso mesmo