#23 Essenciais do Cinema

18 AGOSTO, 2017 -

Se estás a ler isto é porque chegaste ao “Essenciais do Cinema”– uma nova rubrica da CCA para quem quer descobrir um pouco mais. Com temáticas menos generalizadas, por vezes menos actuais mas igualmente relevantes. Com tudo isto, é normal que por aqui encontres – e temos mesmo de te avisar – mais texto. Bem-vindo ao “Essenciais do Cinema”.

El Secreto de sus Ojos (2009)
Realizador: Juan José Campanella
Protagonizado por: Ricardo Darín, Soledad Villamil e Pablo Rago

É a obra-prima de Campanella, e muito dificilmente fará um filme melhor do que este. Foi uma total surpresa e surpreendeu a indústria pelo seu incrível argumento de mistério/crime conjugado com uma forte componente romântica e de drama. Fornece uma diferente perspectiva sobre as consequências do amor na vida das pessoas. É contado numa série de flashbacks, quando Benjamin Espósito, interpretado por Darín, quer escrever um romance sobre um momento específico da sua vida profissional, enquanto procurador do Ministério Público argentino. Ele quer escrever sobre um caso de violação e homicídio em que ele, sem sucesso, trabalhou 25 anos antes. Foi um caso que marcou a sua vida e as vidas de todos os envolvidos, principalmente a do marido da vítima e da chefe de Espósito, por quem mantém, ainda, uma secreta paixão. Ele está a ter dificuldades em ultrapassar as emoções que emanaram desse caso e decide contactar Irene Hastings, a sua antiga chefe, para lhe contar das suas intenções.

A principal característica de “El Secreto de Sus Ojos” é o forte envolvimento emocional de todos os intervenientes num caso do passado, que teve repercussões no futuro. Fala de um amor perdido e que se arrastou durante 25 anos, e de uma obsessão que se manteve durante todo esse tempo, fruto do violento crime. É um filme surpreendente, vencedor do galardão de melhor filme estrangeiro, numa época em que os filmes estrangeiros, nomeados e vencedores, são melhores que os que competem pela categoria de Melhor Filme. De realçar, a incrível interpretação de um dos maiores actores do seu tempo, Ricardo Darín, e da igualmente capaz Soledad Villamil. Não só os pormenores de filmagem, mas também o argumento completam e magnificam um dos melhores filmes da década, uma década muito dominada por grandes filmes hispânicos, repletos de emoção, dinamismo e criatividade. É um verdadeiro Essencial do Cinema!

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS