#1 Essenciais do Cinema

29 AGOSTO, 2016 -

Se estás a ler isto é porque chegaste ao “Essenciais do Cinema”– uma nova rubrica da CCA para quem quer descobrir um pouco mais. Com temáticas menos generalizadas, por vezes menos actuais mas igualmente relevantes. Com tudo isto, é normal que por aqui encontres – e temos mesmo de te avisar – mais texto. Bem-vindo ao “Essenciais do Cinema”.

Metropolis (1927)
Realizado por: Fritz Lang
Protagonizado por: Brigitte Helm, Alfred Abel, Gustav Froehlich

“Metropolis” é o filme ideal para iniciar esta nova secção, aqui, na CCA. O filme coloca e mostra o nível que esta secção quer ter no site, buscando os grandes clássicos do cinema, sem discriminação a nacionalidade, ano de lançamento ou tipo de produção. O filme não só tornou-se num dos mais polémicos alguma vez lançados, mas igualmente tornou-se num dos mais inovadores filmes, sendo considerado por muitos como o mais influente filme de todos os tempos.

É o filme mais influente de todos os tempos, apresentando uma perspectiva mais ‘fresca’ e experimental dos filmes deste género. É ainda hoje, o filme que mais se destaca nesta área experimental e expressionista, mas também a mais forte referência da ficção científica, juntamente com “2001: A Space Odyssey”, de Stanley Kubrick. É uma das primeiras longas-metragens da história do Cinema, durando quase três horas. O filme lida com pobreza e desigualdade social, tecnologia e inovação, construindo uma distopia futurista, onde só os ricos prosperam. O facto de ter sido lançado em 1927 surpreende ainda mais. É uma das poucas obras-primas do Cinema e um obrigatório. A construção e o retrato de Maria como a derradeira profeta e salvadora da Humanidade é a cereja no topo do bolo. A mulher-máquina pode ter uma componente metafórica que se pode transpor para a realidade da altura. A tentativa de diminuir o ‘gap’ entre os ricos e pobres, na distopia, enquanto o amor de dois homens consome a tentativa de ambos na conquista do amor que é comum aos dois, e que consequentemente provoca a queda e destruição da cidade (sociedade).

Comentários

Artigos que poderão ser do teu interesse

ARTIGOS RELACIONADOS

Se estás a ler isto é porque chegaste ao “Essenciais do Cinem

Se estás a ler isto é porque chegaste ao “Essenciais do Cinema”– uma nova rubrica da CC

Se estás a ler isto é porque chegaste ao “Essenciais do Cinem

Se estás a ler isto é porque chegaste ao “Essenciais do Cinem